Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 12 - O MODELO DE MISSÕES DA IGREJA DE ANTIOQUIA

LIÇÃO 12 — O MODELO DE MISSÕES DA IGREJA DE ANTIOQUIA

Texto Áureo: “E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado.” (At 13.2)

Leitura Bíblica em Classe: Atos 11.19-26; 13.1-5

Introdução: A Igreja de Antioquia teve o seu forte na união entre irmãos tendo em vista alguns fatores importantes. Por se tratar de uma cidade cosmopolita, onde pessoas de diferentes culturas e origens se encontravam, acabou colaborando para promover o entendimento como a aceitação mútua para a evangelização. Ela foi a primeira igreja a enviar missionários para outras partes do mundo, o que foi fundamental para espalhar a mensagem do evangelho e a unir os cristãos de diferentes lugares. A Igreja de Antioquia foi uma das primeiras igrejas cristãs a surgir fora de Jerusalém. Sua fundação por cristãos judeus foi um resultado da perseguição que se desencadeou em Jerusalém, após a morte de Estevão. Motivado por isso, os cristãos foram dispersos para vários lugares, entre eles, Antioquia, onde fundaram a primeira igreja fora de Jerusalém. A Igreja de Antioquia acabou se tornando um centro de evangelismo, como também uma base missionária de onde se enviava missionários que desempenharam um papel fundamental na expansão do cristianismo para o mundo gentio. O trabalho missionário dessa igreja era guiado pelo Espírito Santo, com homens de Deus sensíveis à Sua direção que deixavam ser orientados pela sua voz de comando, assim como foi na separação de Paulo e Barnabé para a obra missionária. O modelo de missão da Igreja de Antioquia é um bom exemplo de inspiração para todas as igrejas que desejam alcançar os povos com o evangelho da graça do Senhor.

1. A IGREJA DE ANTIOQUIA PROMOVEU MAIS UNIÃO ENTRE IRMÃOS.

Atos 11.19 – E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão caminharam até a Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra senão somente aos judeus. Atos 11.20 – E havia entre eles alguns varões de Chipre e de Cirene, os quais, entrando em Antioquia, falaram aos gregos, anunciando o Senhor Jesus. Atos 11.21 – E a mão do Senhor era com eles; e gran­de número creu e se converteu ao Senhor.

Após a morte de Estêvão, o primeiro mártir dos primórdios da igreja, desencadeou-se uma grande perseguição dos seguidores de Cristo, que na realidade serviu para o espalhamento do evangelho em outras paragens. Mas tudo isso estava no desenvolvimento do plano de Deus desvendado e desenvolvido na igreja de Antioquia. Muitos, mesmo não tendo a consagração de apóstolo, faziam um forte trabalho missionário de evangelização com muitas conversões de gentios em vários lugares. Esse trabalho não foi só dos apóstolos que eram instrumentos escolhidos pelo Senhor, mas também de alguns discípulos desconhecidos e não identificados que se dispuseram a fazer a obra missionária. Muitos deles são os que fugiram da perseguição, chegando a Antioquia, onde se estabeleceram, reforçando o contingente para o trabalho missionário naquele lugar. A princípio a igreja era formada majoritariamente por cristãos judeus, os quais tinham por foco a evangelização dos judeus, mas a ordem de Cristo era para toda criatura sem distinções. A mão do Senhor estava com eles, como estivera com muitos convertidos, que foram acrescentados a igreja, já estendendo a salvação em Cristo a todos, independente de raça ou cultura. Esta Igreja é um exemplo de como a fé em Jesus Cristo pode promover a união de pessoas de diferentes origens. Os cristãos de Antioquia eram conhecidos pelo seu amor e compaixão, o que promoveu um senso de comunidade e unidade entre seus membros.

2. A IGREJA DE ANTIOQUIA MOSTROU UM TRABALHO RECONHECIDO.

Atos 11.22 – E chegou a fama destas coisas aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram Barnabé até Antioquia, Atos 11.23 – o qual, quando chegou e viu a graça de Deus, se alegrou e exortou a todos a que, com firmeza de coração, permanecessem no Senhor. Atos 11.24 – Porque era homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor. Atos 11.25 – E partiu Barnabé para Tarso, a buscar Saulo; e, achando-o, o conduziu para Antioquia. Atos 11.26 – E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja e ensinaram muita gente. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.

O reconhecimento desse trabalho chegou em Jerusalém na Igreja mãe, que tendo sido informada da grande evolução do evangelho por aqueles lugares, sentiu no dever de investigar e, para isso, enviou Barnabé nessa missão. Barnabé foi um homem douto na palavra, dotado de profunda espiritualidade e pode discernir reconhecendo que aquele movimento era de Deus. Foi observado por ele os sinais da verdadeira conversão presentes nos alcançados pelo evangelho. Ele viu a segura evidência da graça de Deus exortando os novos conversos que se mantivessem firmes e constantes no caminho que agora estavam. Tendo ido buscar Paulo, Barnabé, juntamente com ele, viram para a igreja de Antioquia e durante um ano permaneceram doutrinando a igreja e preparando obreiros para o trabalho evangelístico. A igreja de Antioquia teve grande influência no desenvolvimento da igreja cristã. O seu trabalho realizado com toda a seriedade contribuiu para estabelecer bases para a igreja cristã, por toda história da igreja, até agora. O nome cristão, que significa seguidor de Cristo, só surgiu pela primeira vez em Antioquia. Antes os seguidores de Cristo eram conhecidos como os do caminho.

3. A IGREJA DE ANTIOQUIA FOI CELEIRO DE OBREIROS PARA MISSÃO.

Atos 13.1 – Na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé, e Simeão, chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo. Atos 13.2 – E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Atos 13.3 – Então, jejuando, e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram.

A igreja de Antioquia foi um celeiro de obreiros para missão por vários motivos. Isso porque ela era composta por pessoas de diversas origens e culturas, o que ajudou a criar um ambiente salutar de abertura e receptividade do evangelho. Os cristãos dali eram cheios do Espírito Santo, o que foi essencial na capacitação dos irmãos para o trabalho missionário. A ordem dada pelo Espírito Santo para o ministério missionário de Paulo e Barnabé veio quando a Igreja de Antioquia estava reunida orando, adorando e jejuando. Isso nos mostra que a missão é uma obra do Espírito Santo. É Ele e não o homem que chama e capacita os obreiros para a obra missionária. Paulo e Barnabé, não se precipitaram em sair por conta própria para fazer a obra missionária sem a direção do Espírito Santo. Eles souberam prudentemente aguardar o momento da sua chamada, para na direção do Espírito saírem em missão. Embora a missão é uma obra para todos os cristãos, é preciso sempre buscar a direção do Espírito, pois nem todos são linhas de frente, como Paulo e Barnabé. A nossa participação na obra missionária pode ser de várias maneiras, sempre na direção do Espírito, o qual dá o dom a cada um conforme Ele quer. Portanto, cada um deve fazer a obra segundo o dom recebido e ministério. A chamada de Paulo e Barnabé tiveram grande importância na história da igreja, sendo o início de um grande movimento missionário que levou o evangelho por todas as partes do mundo.

4. A IGREJA DE ANTIOQUIA ANDAVA NA DIREÇÃO DO ESPÍRITO SANTO.

Atos 13.4 – E assim estes, enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre. Atos 13.5 – E, chegados a Salamina, anunciavam a palavra de Deus nas sinagogas dos judeus; e tinham também a João como cooperador.

A igreja de Antioquia andava na direção do Espírito Santo e isso é comprovado por todo livro de Atos. Quando o Espírito ordenou a separação de Paulo e Barnabé, mostra que a igreja estava aberta a voz de comando direcionada pelo Espírito Santo e disposta a obedecer ao seu chamado. Como igreja do Senhor devemos andar na direção do Espírito Santo, dispostos a obedecer ao seu chamado e comprometidos com a sua vontade. Quando estamos na direção do Espírito Santo, podemos ter toda confiança de que estamos no caminho certo e dessa forma é que faremos diferença no mundo, cumprindo fielmente a missão de Deus.

Pastor Adilson Guilhermel