Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 08 - MISSIONÁRIOS FAZEDORES DE TENDAS

LIÇÃO 08 - MISSIONÁRIOS FAZEDORES DE TENDAS

Texto Áureo: “Vós mesmos sabeis que, pare que me era necessário, a mim e aos que estão comigo, estas mãos me serviram.” (At 20.34)

Leitura Bíblica em Classe: Atos 18.1-5; 1 Tessalonicenses 4.11,12

Introdução: O apóstolo Paulo, quando está se despedindo dos líderes da igreja em Éfeso deixa um exemplo em relação a como ele se comportava na questão de recursos financeiros para a sua sobrevivência. Paulo em momento algum usava de meios persuasivos para alcançar recursos da igreja, embora ele biblicamente tivesse esse direito, porém para evitar qualquer tipo de murmuração ou críticas, ele se abstinha desse direito, postura essa que serviria de exemplos para os líderes da qual ele se despediu. Quando ele diz "que estas mãos me serviram", obviamente se refere que para ter os seus recursos usava da sua habilidade como artesão, fabricando tendas para vender, a fim de sustentar a si mesmo e aos seus companheiros de ministério. Ele por razões pessoais e justificáveis não aceitou dinheiro de ninguém, mas trabalhou com as suas próprias mãos para ganhar o seu sustento. Com isso também dá exemplos de que ele não se preocupava consigo mesmo, mas sim em servir a Deus e ao seu povo. Pelo que vemos Paulo trabalhava duro desde o amanhecer ao entardecer pregando o evangelho e, ao anoitecer ele confeccionava tendas, portanto era um trabalho duro, que poderia ser mais facilitado se as igrejas que ele doutrinava tivessem liberalidade em angariar recursos para ele.

 

1. O APÓSTOLO PAULO E A SUA EXPERIÊNCIA COM UM CASAL CRISTÃO.

Atos 18.1 - Depois disto, partiu Paulo de Atenas e chegou a Corinto. Atos 18.2 - E, achando um certo judeu por nome Áquila, natural do Ponto, que havia pouco tinha vindo da Itália, e Priscila, sua mulher (pois Cláudio tinha mandado que todos os judeus saíssem de Roma), se ajuntou com eles, Atos 18.3 - e, como era do mesmo ofício, ficou com eles, e trabalhava; pois tinham por ofício fazer tendas.

Paulo levou o Evangelho de Atenas para Corinto saindo de uma cidade onde a cultura filosófica era o seu foco, para Corinto uma cidade cheia de perversidade, mas que com a graça divina pode ali, se estabelecer. Na sua providencial ida para Corinto, sempre na direção do Espírito Santo, Paulo pode se encontrar com o casal de irmãos Áquila e Priscila, os quais tinham vindo de Roma, pois de acordo com o Império Romano, os judeus não eram mais tolerados por lá. Coincidentemente esse casal tinha o mesmo ofício de Paulo, que  era o de artesãos confeccionadores de tendas feitas com pele de animais. De certa forma essa habilidade foi usada de forma proveitosa para tirar o seu sustento, visto que Paulo abdicou de receber recursos financeiros dos irmãos da Igreja, para evitar controvérsias. Com esse casal, Paulo estabeleceu um forte convívio em ministrar a palavra, visto que tanto Áquila e mais ainda Priscila eram conhecedores da palavra de Deus. Não foi uma convivência prolongada, pois Paulo não ficava por muito tempo em determinado lugar, pois era um apóstolo que fazia o seu trabalho missionário de modo itinerante. Percebesse que o ofício de fazer tenda de Paulo era praticado em algum espaço cedido por alguém e, não era nesse espaço que ele evangelizava, pois as almas perdidas não estavam ali nesse espaço e sim pelas ruas e casas da cidade de Corinto. Nesse espaço fazendo tenda, Paulo o fazia para sustentar a si mesmo, com a preocupação de não ser acusado de pregar por dinheiro. É por isso que ele exclusivamente fazia tendas para o seu sustento.

2. O APÓSTOLO PAULO E SEUS DOIS COMPANHEIROS DE CAMINHADA

Atos 18.4 - E todos os sábados disputava na sinagoga e convencia a judeus e gregos. Atos 18.5 - Quando Silas e Timóteo desceram da Macedônia, foi Paulo impulsionado pela palavra, testificando aos judeus que Jesus era o Cristo.

Paulo sabia aproveitar as oportunidades de pregar o evangelho, até mesmo em sinagoga onde era convidado, lugar estratégico, visto que era frequentada por judeus e gregos, mas esse testemunho por ali, não durou muito tempo, pois a sua missão era mais com os gentios. Muitos por ali nesse curto período creram e foram batizados. Silas e Timóteo já estavam presentes nessa ocasião auxiliando o apóstolo Paulo. Agora com Silas e Timóteo, Paulo segue a sua caminhada evangelística, não mais fazendo tendas, pois certamente os dois companheiros de caminhada tinham provido os recursos necessários para isso. Pelo que vemos até aqui, o termo fazedores de tendas é forçar o texto onde Paulo diz: “com as minhas mãos”, referindo a que fabricar tenda possa dar respaldo a esse termo. É lógico que em qualquer lugar, ou campo de atividades na sua diversidade devemos compartilhar o evangelho com outras pessoas que ainda não conhecem. É um bom método para que os pecadores venham a ser alcançados e terem a oportunidade de ouvir a palavra de Deus. Pegar um texto sem examinar o contexto em todo seu sentido, é forçar a palavra a dar um enfoque a qual não condiz com ela. Muitos fazem isso com outros textos bíblicos forçando a dar um enfoque não condizente para em muitos casos tirar proveito para si próprio. Pela internet tenho este site com estudos bíblicos que vocês acessam o qual é propagado em todo o mundo, o que pode ser comprovado no mapa online integrado nele.  

3. O APÓSTOLO PAULO ADVERTE CRENTES QUE QUEREM VIVER DA FÉ.

1 Tessalonicenses 4.11 - e procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado; 1 Tessalonicenses 4.12- para que andeis honestamente para com os que estão de fora e não necessiteis de coisa alguma.

Paulo exorta os crentes de Tessalônica a respeito de um problema que estava causando um mal entendido entre eles, o qual era a respeito da promessa da volta de Cristo. Entendo mal a promessa, eles imaginam que Cristo voltaria por aqueles tempos e, sendo assim, alguns deles deixaram o trabalho e tornaram-se parasitas vivendo a custa dos outros cristãos. Tem muitos que se manifestam dizendo que estão vivendo pela fé, mas na realidade são preguiçosos que querem viver pela fé dos outros. Os que viviam dessa maneira acabavam trazendo intranquilidade no meio cristão, pois poderiam influenciar outros a fazerem o mesmo. O cristão deve ter um bom testemunho vivendo o seu dia a dia com o trabalho honesto sendo exemplo para os não salvos. A bíblia diz para os que não querem trabalhar, que também não comam. Sustentar crente ocioso não pode ser beneficiado com o ônus dessa caridade, pois não é bíblica e usar o dinheiro da igreja para ajudar cristãos ociosos, não realidade vai encorajá-los a continuarem na sua ociosidade e na sua pedilância. Assim se esses tipos estão sendo ajudado, quem o faz está praticando um erro e quem corta esse tipo de ajuda está fazendo o certo. Se tiver que dizer não, diga sem qualquer remorso.

Pastor Adilson Guilhermel