ADSENSE

A ILUMINAÇÃO ESPIRITUAL DO CRENTE

Lição 4 – A Iluminação Espiritual do Crente
Texto Áureo: Efésios 1.17 Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação;
Leitura Bíblica em Classe: Efésios 1.15 -23

Introdução: Somos iluminados porque Cristo nos tirou do reino das trevas e nos trouxe para o reino da Seu amor e da maravilhosa luz. Antes éramos trevas, pois como diz a palavra que Satanás cegou o entendimento dos incrédulos e se Cristo não tirasse a venda dos nossos olhos continuaremos em nossa cegueira espiritual. A palavra diz que se os olhos forem bons, todo o corpo será luz, mas se os olhos forem maus, todo o corpo será trevas.Mateus 4.15 A terra de Zabulom e a terra de Naftali, o caminho do mar, além do Jordão, a Galiléia dos gentios, 16 o povo que estava sentado em trevas viu uma grande luz; sim, aos que estavam sentados na região da sombra da morte, a estes a luz raiou. 17 Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei- vos, porque é chegado o reino dos céus. .
1. Mentes iluminadas tem o amor presente, são gratos a Deus e desejam dons aos santos.
Efésios 1.15 Por isso, ouvindo eu também a fé que entre vós há no Senhor Jesus, e o vosso amor para com todos os santos, Efésios 1.16 Não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações: Efésios 1.17 Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação;
Paulo prisioneiro em Roma, recebia relatórios das igrejas fundadas por ele, e nesse caso está em pauta a igreja de Éfeso, os quais não andavam bem segundo o que Paulo tomou conhecimento. Diante disso eles precisavam ser advertidos pelas faltas graves que estavam cometendo, porém o apóstolo sabia usar de habilidade para lidar com o problema, o qual teria que resolver através desta carta que seria enviada a igreja de Éfeso. Primeiramente ele usava de elogios nas suas introduções na carta, para depois tocar no problema sem constrangê-los. Era assim que Paulo agia, pois quem tem mente iluminada flui amor, flui gratidão e incentiva os irmãos a que busquem o conhecimento; e a sabedoria que vem pela revelação da palavra. O elogio ao amor deles pelos outros, não significa que todos se portavam assim e daí entende-se que isso não era uma unanimidade. A habilidade de Paulo está justamente no elogio dirigido aos que mereciam, o que faria  os problemáticos se constrangerem e tomarem uma nova postura nesse sentido. Paulo trabalha neles para que entendam e dessem valor naquilo que já possuem e que saibam sempre agradecer a Deus por isso, tal como ele fazia constantemente. A ênfase utilizada era que tivessem mais percepção espiritual e que desenvolvessem o caráter, o qual não estavam atentos. Paulo ao pedir a Deus o espírito de sabedoria e revelação aos irmãos de Éfeso, não realidade está exortando a eles, que precisavam ter uma comunhão mais profunda com o Espírito Santo, o qual é aquele que opera o aperfeiçoamento em nossa vida.
2. Mentes iluminadas sabem da sua vocação e entendem a grande riqueza que tem em Cristo.
Efésios 1.18 Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos;
Quem tem mente iluminada sabe qual é a sua vocação e a riqueza que possui em Cristo. Quem está alheio a obra do Espírito Santo em sua vida vive em cegueira espiritual e ignora que o Senhor vê o coração. Esta espécie de cegueira começa a se dissipar quando o crente começa a desenvolver sua percepção espiritual e isso requer as operações transformadoras do Espírito Santo. É Ele que nas suas operações transformadoras que são contínuas em quem se abre as suas ações que dissipa as neblinas da ignorância de quem ainda não experimentou uma verdadeira transformação. A mente iluminada sabe da necessidade de uma purificação constante, para estar incluído no rol dos bem aventurados e puros de coração, o qual é a condicional para chegar a presença de Deus. A sua herança em nós, significa que Deus nos considera como parte da sua grande riqueza, isso porque Ele investiu a vida do Seu Filho Jesus, o qual pagou um alto preço para nossa redenção. Considerando que somos herança de Deus, necessariamente temos que viver de modo que lhe agrade em tudo.
3. Mentes iluminadas contam com o mesmo poder exercido em Cristo em favor de seus filhos.
Efésios 1.19 E qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, Efésios 1.20 Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus.
Sendo herança de Deus, nós igreja corpo somos seres valiosos que o Diabo cobiça e procura resgatar de volta para ele, pois cada crente que ele consegue resgatar é tirar uma herança preciosa de Cristo. Nesse caso a riqueza espiritual que somos e se vivermos nesse corpo como um simples ser humano, não sendo equipado com uma força sobrenatural seriamos uma presa fácil para o inimigo. Essa, entre outras é a razão porque Cristo nos deu poder para enfrentar os demônios e vencê-los e nesse caso, esse poder deve necessariamente estar ativo em nossa vida. O inimigo como a palavra nos alerta, ruge como um leão tentando nos tragar e não podemos derrotar esse adversário com as nossas forças naturais, porque isso só é possível fazê-lo pelo poder do Espírito Santo. Somente os cristãos autênticos são classificados como igreja corpo, a qual está ligada ao cabeça desse corpo, que é Cristo. Significa que a cabeça no corpo físico controla todo o nosso corpo e, a cabeça do corpo espiritual que é Cristo, deve controlar todo o nosso corpo espiritual. A igreja corpo é ligada a Cristo por meio do Espírito Santo e como membros de seu corpo, nesse entendimento, significa que temos parte em sua ressurreição; ascensão e exaltação, pois estamos assentados com Ele nas regiões celestiais.
4. Mentes iluminadas sabem que fazem parte do corpo cujo cabeça tem domínio total de tudo.
Efésios 1.21 Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; Efésios 1.22 E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, Efésios 1.23 Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.
Quem tem mente iluminada sabe que faz parte do corpo cuja cabeça é Cristo. Estando a direita do Pai neste período da dispensação da graça, Jesus está acima de tudo e tem autoridade sobre todos, isso significa que estando debaixo da sua autoridade estamos submissos a Ele. No caso da Igreja, Ele é o cabeça, que atua como o mediador entre Deus Pai e os homens. Assim a igreja tendo Cristo como cabeça é ligada a Ele que é dotado de todo poder e autoridade, tanto no céu, como na terra. Assim, o mesmo poder que sustenta o mundo, também é o poder que sustenta a igreja, a qual é o seu corpo. Cristo é honrado como mediador pela sua Igreja que é a Sua plenitude, igreja esta que foi adquirida por um alto preço pago por Ele.
Pastor Adilson Guilhermel

ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO

Lição 3 – Eleição e Predestinação
Texto Áureo: Efésios 1.4 Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; 5 E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,
Leitura Bíblica em Classe: Efésios 1.4-12
Efésios 1.4 Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;
Efésios 1.5 E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,
Efésios 1.6 Para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado,
Efésios 1.7 Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça,
Efésios 1.8 Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência;
Efésios 1.9 Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo,
Efésios 1.10 De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra;
Efésios 1.11 Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade;
Efésios 1.12 Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo;
Comentário em preparação..aguardem
Pastor Adilson Guilhermel
Lição 2 – A Sublimidade das Bênçãos Espirituais em CristoTexto Áureo: Efésios 1.3 Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;
Leitura Bíblica em Classe: Efésios 1.3-14
Introdução: Quando falamos da sublimidade das bênçãos espirituais em Cristo, primeiramente temos que destacar a principal delas, que é a salvação, pois sem essa, jamais o homem poderia alcançar as demais. Cristo já nos abençoou com toda sorte de bênçãos nas regiões celestiais, isso indica que não vem do mundo as nossas bênçãos, pois elas vem dos altos céus. É preciso entender que só alcançamos essas bênçãos quando buscamos primeiramente o reino de Deus e a sua justiça, para que as demais coisas nos sejam acrescentadas. Mas, quais são essas bênçãos? Alguém pode pensar que são bênçãos materiais; pois engana-se quem pensa ou prega sobre isso, pois essas bênçãos tratam-se de dons espirituais para nos equiparmos e produzirmos para o reino de Deus. 
1 – Quem nasce de novo já nasce rico, com riquezas espirituais em Cristo.Efésios 1.3 Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;
No sentido físico existe diversidade de situações em que a pessoa vem ao mundo. Alguns podem nascer num lar de classe alta, outro de classe média e outros de classe pobre. Desse modo tem os mais privilegiados, os menos privilegiados e outros sem nenhum privilégio. isso no sentido físico. Porém no sentido espiritual a situação é totalmente diferente dessa. Isso porque, no nascimento biológico existem essas diferenças, mas no nascimento espiritual todos nascem no mesmo nível independente do berço que nascem. No nascimento biológico tem vários pais, um com muito, outros com menos e outros sem nada, mas no nascimento espiritual só tem um Pai e Ele divide com todos de um modo igual, as suas riquezas espirituais. Só que para ter direito a essas riquezas é preciso nascer de novo, ou seja a vivificação do espírito que estava mortificado por causa da natureza adâmica. Desse modo todos que nascem de novo igualmente já nascem ricos com direito às riquezas espirituais em Cristo.2 – Deus na Sua presciência nos elegeu, Ele sabe os que vão negar o Diabo.Efésios 1.4 Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;
A doutrina da eleição, necessariamente está ligada ao livre arbítrio de todos ser criado por Deus. Sabemos que primeiramente Deus criou os anjos e todas as suas hierarquias e foram dotados de livre arbítrio, ou seja com vontade própria. Quando Deus deu a Lúcifer o governo do céu espacial, também enviou com ele a terça parte dos anjos, que ficariam sob o seu comando. Lúcifer ao promover a rebelião contra Deus, evidentemente persuadiu a todos os seus comandados a aderirem a essa rebelião. Ao contrário do que muitos pregam, ou ensinam, nem todos os anjos que estavam com ele aderiram ao seu plano. Desse modo esses anjos o abandonaram e foram ao céu celestial confessar a sua fidelidade a Deus. Só que antes de criar esses anjos, Deus na Sua presciência já sabia quem seria fiel a Ele e quem não seria, daí, esses anjos rejeitando o Diabo passaram a ser chamados de anjos eleitos. Da mesma forma, ainda antes da fundação do mundo ao planejar criar o homem, Deus já sabia quem seria os fiéis e os infiéis. Assim todo indivíduo pecador está do lado do Diabo, queira ou não queira, porém se ele decidir negar o Diabo e passar para o lado de Cristo, então passa a ser um eleito, o qual Deus já sabia de antemão que um dia isso ia acontecer. Assim quem aceita Jesus está negando o Diabo e passa a ser um eleito de Deus.3 – O pecado fez e faz separações, mas Deus se propôs unir todos a Cristo.Efésios 1.9 Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, Efésios 1.10 De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra;
O pecado sempre fez e faz separações desde o princípio quando ele entrou no mundo através da desobediência de Adão. A partir daí, iniciou-se a dispensação da consciência onde as separações começaram a acontecer entre a linhagem de Adão, ao ponto de no final desta dispensação só restaram Noé e sua família que foram salvos pela arca no dilúvio. Depois disso na dispensação do governo humano veio a separação quando na construção da torre de Babel, quando Deus promoveu a confusão de línguas fazendo-os se dispensarem por todo o mundo. Na dispensação patriarcal, os doze filhos de Jacó que formariam as tribos de Israel, já estavam se separando e foi necessário que Deus os levassem para o Egito para ficarem concentrados na cidade de Gósen para que ali juntos se multiplicassem. Na dispensação da lei, após a morte de Salomão, houve separação das tribos de Israel, quando as dez tribos se emanciparam ficando em Jerusalém e Judéia, a tribo de Judá e a de Benjamin. Com separação, não tem unidade e sem unidade não se pode dizer que faz parte da igreja corpo ligada ao cabeça que é Cristo. A igreja corpo, não tem templo maior ou menor como alguns se vangloriam, pois a igreja corpo é incorporada por todos os que estão ligados a Cristo, sem qualquer acepção ou desprezo uns pelos outros.O preço foi altíssimo para que Deus nos torna-se parte da Sua herança.Efésios 1.11 Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade; Efésios 1.12 Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo;
Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade; para isso enviou o Seu Filho para fazer uma obra remidora e resgatadora. Ele deu condições a todos para serem salvos, mas na Sua presciência sabia de antemão que nem todos iam querer aceitar as  condicionais estabelecidas para ser uma herança Sua. Ele universalizou a salvação para que ninguém possa alegar que não teve a sua oportunidade de salvação. Deus ama a todos os pecadores, mas abomina o pecado que está impregnado na sua alma e enquanto resistir ao chamado para a salvação, não poderá conhecer esse amor. Predestinou significa destinar por antecipação e Deus na sua presciência tinha o conhecimento de todos que iriam querer fazer parte da Sua herança e o que não iriam querer de forma alguma. Somos o louvor da Sua glória quando nos dispomos a servi-lo de todo o nosso coração em tudo que é de Seu agrado.5 – O crente só é autêntico quando tem nele a presença do Espírito Santo.Efésios 1.13 Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa. Efésios 1.14 O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória.
O selo indica propriedade daquilo que está confirmado. É o selo que confirma a salvação e todo salvo tem essa proteção, que o mantém na condição de salvo. Se a conversão a Cristo for totalmente verdadeira, então a pessoa já é selado pelo Espírito Santo. A expiação do pecado que remove o pecado da natureza adâmica é realizada pelo sangue de Cristo, derramado lá na Cruz e nesse caso todo crente que é limpo do seu pecado tem a marca do sangue de Cristo na sua alma. Na morte dos primogênitos o sangue do cordeiro foi passado nos umbrais das portas ficando assim protegidos quando a praga veio e matou todos os primogênitos. Mas as casas dos hebreus com a marca do sangue ficaram protegidas. O inimigo sabe quem tem a marca do sangue em si e não tem poder para tocar nesses. (Sabemos que os nascidos de Deus não vivem no pecado, pois o Filho de Deus os protege e o maligno não os toca. 1 João 5:18).

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel

Lição 1 – Carta aos Efésios – Saudação aos Destinatários

Lição 1 – Carta aos Efésios – Saudação aos Destinatários
Texto Áureo: “A vós graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo.” (Efésios. 1.2)
Leitura Bíblica em Classe: Efésios 1.1,2; Atos 19.1-7
Introdução:  A bíblia registra no livro de Atos, três viagens missionárias do Apóstolo Paulo e na sua terceira viagem, ele fica em Éfeso por cerca de dois anos evangelizando por toda aquela região. Na cidade de Éfeso se prestava culto à deusa Diana e portanto um lugar de muita idolatría, o qual mantinha o povo em uma cegueira espiritual muito profunda. Contudo, o apóstolo Paulo era um homem destemido e fundou uma igreja local em Éfeso, a qual se tornou uma igreja corpo muito forte, dado o grau elevado dos irmãos que se converteram a Cristo e cresceram espiritualmente fundamentados na doutrina apostólica. Esta carta foi escrita em Roma, por volta do ano 62, quando o Apóstolo Paulo estava preso aguardando uma audiência com o Imperador Romano. Nesse período foi a ele concedido pelo império ficar em prisão domiciliar vigiado pela guarda pretoriana, que era a guarda de elite do império. Nessa condição ele podia receber a visita dos seus obreiros e assim tomando conhecimento da situação das igrejas a qual fundou procurava através de cartas enviar palavras doutrinárias para os irmãos.  
1 – Somente os fiéis são chamados santos com a graça e a paz do Senhor.
Efésios 1.1 – Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso e fiéis em Cristo Jesus: Efésios 1.2 – A vós graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo.
Quando Paulo designava os irmãos como santos era uma maneira de identificar alguém separado para o Senhor. Isso só é possível quando o pecador crê em Jesus Cristo como Salvador e, é purificado pelo seu sangue do pecado da natureza adâmica. Assim, ele é tirado do mundo e colocado em Cristo. Desse modo ele continua fisicamente no mundo, mas espiritualmente passa a ser um cidadão dos céus. O têrmo fiel que o apóstolo usa, é voltado aos crentes que depositaram a sua fé em Cristo e passaram da condição de perdidos, para a condição de salvo. Já o têrmo graça usado pelo apóstolo é uma referência a bondade de Deus, o qual significa o favor não merecido, para com todos nós que éramos indignos e o Senhor pelo Seu grande amor nos favoreceu. Só podem experimentar a graça de Deus aqueles que se rendem a Cristo e alcançam a salvação por meio da fé.
2 – Não podemos ficar ignorantes a essencial presença do Espírito Santo.Atos 19.1 – E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos, Atos 19.2 – disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo.
Na visita de Paulo a Éfeso, ele encontra com doze homens identificados como discípulos de João Batista, os quais mesmo após a morte deste continuaram dando sequência ao seu ministério, não entendendo que esse ministério já tinha acabado, quando se deu o início do ministério de Jesus. O testemunho que eles apregoavam era totalmente incoerente em relação ao evangelho que os discípulos de Cristo pregavam. Paulo pode observar que eles eram zelosos naquilo que faziam e viu que eram homens de valor, porém com uma visão de salvação totalmente distorcida, como era a de Paulo antes da sua conversão. Assim Paulo para saber se o testemunho deles era válido faz um pergunta chave, a qual identifica se o crente é salvo, ou lhe falta algo. Foi perguntado se eles tinham recebido o Espírito Santo quando creram e eles disseram que não conheciam o Espírito Santo. Em toda conversão o Espírito Santo está presente, tanto para operar o batismo espiritual, como também o batismo de revestimento de poder naqueles que depois de conversos buscam essa promessa. Quem nega o pentecoste, onde o Espírito Santo desceu em verticalidade e batizou com fogo todos os que ocupavam o cenáculo, não pode dizer que é salvo, pois o Espírito Santo é o elo de ligação com Cristo.
3 – Quem ignora o Espírito Santo, não terá uma relação viva com Cristo.
Atos 19.3 – Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados, então? E eles disseram: No batismo de João. Atos 19.4 – Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo.
João Batista foi enviado por Deus para preparar o povo para o início do ministério do Seu Filho, o nosso Senhor Jesus Cristo. A pregação de João era curta, pois ela consistia em chamar o povo para o arrependimento e aqueles que aceitavam eram batizados no Jordão. Porém esse batismo era somente uma preparação para após o sacrifício de Cristo, quando todos os que quisessem ser salvos tinham que aceitar o Senhor como o seu único e suficiente Salvador. Nesse caso todos deveriam passar pelo batismo espiritual que acontece no momento da conversão a Cristo, que é quando o velho homem morre e nasce o novo homem, o qual se torna uma nova criatura em Cristo Jesus. Quem opera tudo isso é o Espírito Santo e quem não tem Ele na sua vida não pode dizer que é nascido de novo.
4. A conversão é o primeiro passo, o segundo é ser pleno no Espírito.
Atos 19.5 – E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. Atos 19.6 – E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas e profetizavam. Atos 19.7 – Estes eram, ao todo, uns doze varões.
Fica provado aqui que esses discípulos de João Batista não eram nascidos de novo e com todo esforço que despenderam em pregar o batismo do arrependimento, na realidade era um sacrifício de tolo, sem qualquer valor para uma alma. Quem tem o dom de evangelizar consegue aclarar nas mentes a necessidade da salvação e isso Paulo sabia fazer muito bem, tanto que depois de instruí-los na palavra, eles aceitaram Jesus e receberam o batismo espiritual. Na sequência se observa que foi uma conversão tão forte, que no mesmo momento já estavam prontos para receber o batismo com o Espírito Santo. Estavam tão receptivos que pela imposição de mãos pelo apóstolo Paulo, eles já receberam o batismo com o Espírito Santo, como também sequencialmente os dons espirituais. É bom lembrar que o crente só vai ser pleno espiritualmente, quando recebe esse revestimento espiritual, que é o batismo como o Espírito Santo.
Pastor Adilson Guilhermel

LUGARES ONDE O SITE É VISTO

LÍÇÕES DO 2° TRIMESTRE DE 2021 - Esboços e Comentários das Lições Bíblicas da CPAD

Sua Contribuição é muito bem-vinda. Quem semeia colhe.- PIX 997518304

Translate

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *