Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 03 - MISSÕES TRANSCULTURAIS NO ANTIGO TESTAMENTO

Texto Áureo: “Disse mais: Pouco e que sejas o meu servo, para restaurares as tribos de Jacó e tornares a trazer os guardados de Israel; também te dei para luz dos gentios, para seres a minha salvação até a extremidade da terra.” (Is 49.6)

Leitura Bíblica em Classe: 1 Reis 17.8,9,17-22; Jonas 1.1,2

Introdução: As missões transculturais no Antigo Testamento são importantes porque mostram que o plano de Deus para a humanidade é de salvação para todos, independentemente da sua etnia ou cultura. Os israelitas foram chamados por Deus para serem uma luz para as nações, porém como eles em sua maioria não cumpriram essa visão missionária, esse trabalho foi dado a igreja para continuar a cumprir esse chamado no Novo Testamento. O chamado de Deus é universal, ao chamar todos os povos para segui-lo. Deus quer salvar todos os povos, independente de sua etnia ou cultura. Os cristãos devem viver para impactar positivamente o mundo ao seu redor. Missões transculturais é um importante aspecto da missão da igreja. É importante que o cristão seja preparado e capacitado para levar a mensagem de salvação de Jesus Cristo a todas as nações. As missões transculturais no Antigo Testamento são evidenciadas em diversos relatos bíblicos, nos quais os israelitas são chamados por Deus a levarem sua mensagem de salvação para outras nações. Alguns exemplos que seguem veem claramente a visão transcultural do Senhor colocada em prática em algumas passagens bíblicas: A arca de Noé foi um símbolo da salvação de Deus para toda a humanidade, independentemente da sua etnia ou cultura. Abraão foi um homem de fé e obediência, e ele foi usado por Deus para abençoar todas as nações. Moisés levou os israelitas para a Terra Prometida, onde eles deveriam ser uma luz para as nações. No livro de Isaías, Deus declara que o seu povo será uma luz para as nações. Isso significa que os israelitas deveriam ser um exemplo de justiça, amor e compaixão para o mundo. No livro de Malaquias, Deus fala sobre o dia em que o seu povo voltará para Ele. Nesse dia, os israelitas serão uma bênção para todas as nações, isso no reino de Cristo no milênio.

1. O ENVIADO DEVE OBEDECER AS ORDENS DIVINAS EM QUALQUER LUGAR.

1 Reis 17.8 - Então, veio a ele a palavra do Senhor, dizendo: 1 Reis 17.9 - Levanta-te, e vai a Sarepta, que é de Sidom, e habita ali; eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente.

O profeta Elias passou por provas severas, onde a sua fé foi provada, primeiramente a diminuição do ribeiro, e depois a miserável pobreza da mulher a quem Ele foi encaminhado e, por fim, a doença e a morte do filho dela. Mas nada disso motivou que não mantivesse a fé no Deus vivo. As coisas corriam bem na casa da viúva após o milagre da multiplicação da farinha e do azeite, no meio da seca e da fome. Elias estava ali como instrumento de Deus para abençoar aquele lar, porém coisas súbitas podem acontecer e nem sempre são coisas boas.  

2. O ENVIADO SEMPRE ENFRENTARÁ DISSABORES, MAS SEMPRE TEM DEUS.

1 Reis 17.17 – E, depois destas coisas, sucedeu que adoeceu o filho desta mulher, da dona da casa; e a sua doença se agravou muito, até que nele nenhum fôlego ficou. 1 Reis 17.18 – Então, ela disse a Elias: Que tenho eu contigo, homem de Deus? Vieste tu a mim para trazeres à memória a minha iniqüidade e matares meu filho?

O inesperado aconteceu quando o filho da viúva adoeceu e morreu. Mas quem tem fé sabe que aquele que começa uma boa obra, a continuidade pode ter impercálsos no caminho, mas confiando no Deus que servimos não precisamos nos abalar, porque a obra que Ele iniciou sempre terá um final feliz. O Deus que foi suficiente para operar um milagre na primeira crise seria o suficiente também para operar outro milagre na segunda crise. O poder miraculoso divino opera em uma diversidade abrangendo várias maneiras, pois para Ele nada é impossível. Pessoas em desespero e principalmente com a morte de um filho, como foi o caso dessa viúva, na sua maioria podem perder o seu equilíbrio emocional. Ela entristeceu-se porque o profeta havia achado o caminho da sua casa, como dizendo a ele que deveria ter seguido em frente e não parasse em sua casa, acusando-o de trazer desgraça no seu lar. Ignorou, no seu desespero, o milagre da multiplicação do azeite e da farinha operado pelo profeta e que esse homem de Deus, assim como operou esse primeiro milagre, poderia operar outro milagre agora em relação ao seu filho.

3. O ENVIADO SEMPRE TEM O SEU DEUS PRESENTE PARA COISAS SÚBITAS.

1 Reis 17.19 – E ele lhe disse: Dá-me o teu filho. E ele o tomou do seu regaço, e o levou para cima, ao quarto, onde ele mesmo habitava, e o deitou em sua cama, 1 Reis 17.20 - E clamou ao Senhor e disse: ó Senhor, meu Deus, também até a esta viúva, com quem eu moro, afligiste, matando-lhe seu filho? 1 Reis 17.21 – Então, se mediu sobre o menino três vezes, e clamou ao Senhor, e disse: ó Senhor, meu Deus, rogo-te que torne a alma deste menino a entrar nele. 1 Reis 17.22 - E o Senhor ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu.

Na primeira oportunidade na qual a viúva testificou o milagre, era uma oportunidade de ela exercitar uma maior fé, onde foi mostrado o poder milagroso do Todo-Poderoso. O verdadeiro profeta curva-se sobre uma criança que acabava de dar o seu último suspiro, morrendo aos olhos de uma mãe aflita e desesperada. Mas o profeta manteve o seu equilíbrio sustentado por sua fé no seu Deus, que nunca lhe deixou frustrado, sempre agindo de tal forma onde tudo obtia êxito. Estava confiante quando se deitou sobre a criança, embora reconhecendo que o poder não vinha dele, mas estava nele através daquele que manda acontecer e acontece, pois nada é impossível para Ele. Esse Deus que opera através da fé e da oração, realizando o que está além da limitada medicina humana pode fazer.  Todos esses eventos milagrosos operados por Deus através do seu profeta objetivavam a missão transcultural que essa viúva diante do que viu pudesse testificar naquela cidade o poder e a misericórdia do Deus de Israel e crescem nele.

4. O ENVIADO NÃO PODE SE ESQUIVAR DA SUA MISSÃO DE MISERICÓRDIA. 

Jonas 1.1 – E veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Jonas 1.2 – Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim.

Quem se alista a militar legitimamente não pode estar fugindo de Deus e do dever a qual foi designado. A missão de Jonas a Nínive não era do seu agrado, visto não sentir o desejo de ver essa grande cidade gentia arrependida. Assim vemos que em vez de cumprir o que Deus ordenou, Jonas correu para o porto, numa tentativa de esquivar-se ao seu dever. A desobediência a uma ordem divina caracteriza-se em pecado provindo de querer escolher o seu próprio caminho e não no caminho traçado por Deus. As adversidades permitidas por Deus tem o sentido de bloquear o caminho da desobediência. As adversidades do caminho da desobediência são mais duras que as dificuldades para atender a ordem de Deus. 

Pastor Adilson Guilhermel