Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 11 - MISSÕES E A IGREJA PERSEGUIDA

LIÇÃO 11 - MISSÕES E A IGREJA PERSEGUIDA

Texto Áureo: “E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.” (2 Tm 3.12)

Leitura Bíblica em Classe: Atos 6.8,9,13,14; 8.1-4

Introdução: Não são todos os cristãos pelo mundo que vivem o primeiro amor, pois o amor a Cristo tem esfriando sobremaneira. Isto porque todos os que querem viver uma vida piedosa seguindo o curso da vontade de Deus sofrerão perseguições, de uma forma ou de outra. É verdade que aqueles que estão em linha de frente fazendo missões em lugares difíceis sofrem dificuldades e perseguições, mas não significa que a igreja na totalidade não sofre perseguições. O fato de estarmos livres de perseguições no sentido que impões alguns países, deixa-nos com sérias dúvidas quanto a se estamos certos ou errados. O Espírito do Senhor na propagação do Evangelho está em absoluto antagonismo com o espírito do mundo, assim seja quais forem as provações que soframos, é preciso que necessariamente permaneçamos, na verdade, que aprendemos e estamos aprendendo andando em pureza e constância irrepreensíveis. Deus permite as provações para a nossa sobrevivência espiritual, como também nas duras experiências da nossa vida.

1. A PERSEGUIÇÃO FOI ANUNCIADA

Atos 6.8 - E Estêvão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo. Atos 6.9 - E levantaram-se alguns que eram da sinagoga chamada dos Libertos, e dos cireneus, e dos alexandrinos, e dos que eram da Cilícia e da Ásia, e disputavam com Estêvão.

A perseguição da igreja foi anunciada pelo próprio Jesus quando disse: Mateus 10.22 E sereis odiados de todos devido ao meu nome, mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo. Como vemos, a perseguição começou com Estêvão, mas teve um sequenciamento contínuo em todos os lugares do mundo, perseguição essa, que foi e, é sempre incitada por Satanás, o qual é o grande perseguidor da igreja de Cristo. Jesus disse que isto era um sinal dos últimos dias. A fé em nEle separaria famílias, mas também o ódio dos perseguidores seria acentuado, o que desencadeou uma furiosa perseguição. Os discípulos foram alertados quanto a isso, que sofreriam todo tipo de perseguição e violência com muitos sofrimentos. Ele disse que no mundo teriam todo tipo de aflições, mas os encorajou dizendo para que tivessem bom ânimo, pois assim como Ele venceu o mundo, eles também teriam toda condição de vencer. Ele disse: Lucas 14.33 Assim, pois, todo aquele dentre vós que não renuncia a tudo quanto possui, não pode ser meu discípulo, pois aquele que milita deve militar legitimamente e não se preocupar com os negócios dessa vida. Pois só aquele que perseverar até o fim é que será salvo. Isso envolve um comprometimento com a obra que significa também estar comprometida com Jesus. A persistência é uma evidência de uma vida dedicada totalmente ao Senhor.     

2. A PERSEGUIÇÃO FOI EXPLICITADA

Atos 6.13 - Apresentaram falsas testemunhas, que diziam: Este homem não cessa de proferir palavras blasfemas contra este santo lugar e a lei; Atos 6.14 - porque nós lhe ouvimos dizer que esse Jesus Nazareno há de destruir este lugar e mudar os costumes que Moisés nos deu.

A perseguição foi explicitada pelos religiosos de Jerusalém, que se constituía pelo Sinédrio composto pelos fariseus e também por um sacerdócio corrupto que sumariamente julgaram um homem de Deus. A alegação para acusá-lo e prendê-lo, como também matá-lo, prendia-se a questão de Estevão estar infringindo a lei com palavras de blasfêmia, a qual não realidade só na ignorância demonstrada por eles. Uma das alegações dos seus acusadores voltasse as palavras de Jesus, quando disse: Jo 2.19 - Jesus respondeu, e disse-lhes: derribai este templo, e em três dias o levantarei. ² Disseram, pois, os judeus. Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias? Estêvão falou sobre isso em suas prédicas, o que deu a eles argumentos para condená-lo. Os inimigos de Estêvão prevaleceram contra ele pela força bruta, mas foi ele o vencedor por meio do sangue do Cordeiro e da palavra de testemunho.

Mas no decorrer da história da igreja, ela foi sempre marcada por perseguições, onde países instituíram leis que até mesmo em alguns proíbem a prática da religião, ou seja, nega direitos civis a propagação e o estabelecimento do evangelho em seus países. Em alguns países a perseguição tem sido explicitada por meio de atos de violência e discriminação, como também condenação a morte. Como falamos das missões na janela 10/40 existe um forte trabalho missionário em andamento há décadas e o que a igreja pode fazer é orar e contribuir com essas agências.

3. A PERSEGUIÇÃO DEU CRESCIMENTO

Atos 8.1 - E também Saulo consentiu na morte dele. E fez-se, naquele dia, uma grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos foram dispersos pelas terras da Judeia e da Samaria, exceto os apóstolos. Atos 8.2 - E uns varões piedosos foram enterrar Estêvão e fizeram sobre ele grande pranto. Atos 8.3 - E Saulo assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão. Atos 8.4 - Mas os que andavam dispersos iam por toda parte anunciando a palavra.

Jesus disse deu uma ordem de ficar em Jerusalém, só até serem revestidos de poder, porém como estavam relutando e se acomodando nessa cidade o Senhor permitiu que viesse uma perseguição sobre a sua igreja.
Atos 1.8. Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra. E quando se inicia a perseguição surge o primeiro mártir que pregando com ousadia provocou a ira dos religiosos de Jerusalém que o sentenciaram à morte por apedrejamento. O algoz principal dessa perseguição era um jovem chamado Saulo, o qual participou do julgamento injusto de Estêvão, como também liderava perseguições a muitos cristãos, tanto homens, como mulheres e os aprisionando. O corpo de Estêvão foi levado para o sepultamento por homens piedosos que haviam sido atraídos pelo seu caráter digno. Seguida a sua morte iniciou uma perseguição furiosa sob a liderança de Saulo, nem sexo ou idade eram poupados. Os discípulos de Jesus foram arrastados diante dos magistrados, lançados na prisão, expostos a torturas cruéis e também eram forçados a blasfemar contra o santo nome do Senhor. Contudo, a ordem do Senhor seguia apesar de tudo com a pregação do evangelho, mesmo com muitos sendo martirizados. Porém, a luz do evangelho deve ser difundida, e o sal deve ser espalhado. Mas o agir de Deus com a sua igreja, a faz impelir por meio de tribulações para fazer o que deveria ser feito com espontaneidade e satisfação.  

Se considerarmos que crescimento é apenas o aumento do número de pessoas ou coisas, então a resposta é que a perseguição pode levar a um crescimento em alguns casos. Por exemplo, a perseguição aos cristãos no primeiro século levou ao crescimento da igreja cristã, pois os cristãos foram dispersos por todo o mundo e começaram a pregar o evangelho em novos lugares. No entanto, se considerarmos que crescimento é também o desenvolvimento ou aprimoramento de algo, então a resposta é que a perseguição pode levar a um crescimento em muitos casos. Por exemplo, a perseguição pode levar a um crescimento espiritual, pois as pessoas perseguidas por sua fé podem se tornar mais fortes em sua fé e mais unidas em sua comunidade.

 

Pastor Adilson Guilhermel