Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 06 - ORANDO, CONTRIBUINDO E FAZENDO MISSÕES

LIÇÃO 06 - ORANDO, CONTRIBUINDO E FAZENDO MISSÕES

Texto Áureo: “Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.” (Is 6.8)

Leitura Bíblica em Classe: Efésios 6.18-20

 

Introdução: Os três pilares das missões envolvem orar pelo trabalho missionário; contribuir com a obra missionária e fazer a obra missionária, os quais são fundamentais da vida cristã. Esses três pilares só funcionam se estiverem interligados e são essenciais para o cumprimento da grande comissão ordenada por Cristo quando disse: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Fazer discípulos envolve custos, como tempo, viagens, lugar, literatura, alimentação e muito mais. E quem é responsável, por essa manutenção, é evidente que é a igreja corpo do Senhor, que não pode ficar omissa a essa obra essencial para o crescimento do reino de Deus.

1. PRIMEIRO PILAR – ORAÇÃO

Efésios 6.18 – orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda perseverança e súplica por todos os santos

A importância da oração na obra missionária significa que envolve um embate contra entidades malignas que procurarão a todo custo que alguém entregue a sua alma a Cristo. Aquele que está na linha de frente realizando o trabalho missionário como testemunha do Senhor necessita de uma retaguarda espiritual produzida através da oração perseverante da igreja, a favor daqueles que estão enfrentando forças poderosas que se arremetem contra este trabalho. O trabalho missionário enfrenta hostes de espíritos maus que estão no mundo lutando para impedir o crescimento do reino de Deus. Daí, a necessidade da oração, como da intercessão pelo trabalho missionário como exorta o apóstolo Paulo a fazerem isso por ele, pois é uma obra que não se faz sozinho, porque envolve uma batalha espiritual contra o reino das trevas. A intercessão envolve um combate contra o inimigo, o qual tenta fechar portas, como também intimidar aquele que vai semeando e muitas vezes andando e chorando, mas fortalecido com as orações e intercessões da igreja, tem a certeza que voltara triunfante trazendo os seus resultados. Cabe ao líder da igreja doutriná-la para que tenham uma conscientização da importância desse trabalho e também inseri-lo nele como missionários agindo na retaguarda daqueles que estão na linha de frente. Quando oramos e intercedemos por missões devemos entender que agindo assim, o nosso Deus vai abrindo portas para o evangelho, nos comprometendo com a sua obra. Temos que fazer o necessário para que o evangelho seja proclamado.

2. SEGUNDO PILAR – CONTRIBUIÇÃO

Efésios 6.19 – e por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho,

É preciso dar apoio ao trabalho missionário, com oração e intercessão, mas isso só não basta, pois o trabalho de missões tem o seu custo financeiro e necessita também desse apoio para manter o trabalho. A contribuição missionária na realidade é um investimento nessa obra, pois dessa forma estamos ajudando a aumentar o reino de Deus na terra levando a esperança do evangelho a pessoas que precisam de salvação. Isso cabe as grandes igrejas organizações com muitos recursos para enviar missionários a vários lugares do país e do mundo, pois nem todos têm essa condição. Isso não quer dizer que estamos desobrigados desse trabalho missionário, muito pelo contrário, pois existem as missões urbanas que não são custosas e todos podem se engajar nelas. Missões urbanas são missões locais, nas circunvizinhanças da congregação onde também tem almas a serem salvas. É preciso saber que nem todos que pedem ofertas para missões são honestos quanto ao destino dos recursos, como também muitos desses, nem missionários tem e assim usam de engano para com a igreja.

3. TERCEIRO PILAR – MISSÕES

Efésios 6.20 – pelo qual sou embaixador em cadeias; para que possa falar dele livremente, como me convém falar.

A chamada missionária é para todos os cristãos e não especificamente para quem espera ser consagrado como missionário. Não existe o termo missionário na bíblia, portando não é um ministério e sim um título dado pelo homem. Independente de consagração tem o que faz missões propagando o evangelho, tem o que faz missões orando e intercedendo pelos que estão propagando o evangelho e tem o que faz missões contribuindo para quem está propagando o evangelho, assim resumindo, todos são missionários. Para fazer missões estando na linha de frente não é simplesmente sair por aí pregando o evangelho, pois antes é preciso ter todo um preparo teológico para exercer essa missão. Cristo não enviou nenhum dos seus discípulos sem o preparo necessário, isso se vê que eles foram instruídos pelo Mestre durante três anos tanto na teoria, como na prática. Os apóstolos fizeram missões, os demais discípulos fizeram missões, Paulo chamado a fora de tempo como apóstolo, só iniciou o trabalho de missões após ter ficado três anos no deserto da Arábia aprendendo com as revelações de Cristo. Todos nós somos embaixadores de Cristo comissionados por Ele para compartilhar o evangelho com os outros que precisam de salvação e devemos fazer isso com perseverança e confiança. As dificuldades que enfrentarmos não pode ser um motivo para ficarmos omissos em tal responsabilidade. Não devemos permitir que as circunstâncias seja um impedimento de compartilhar nossa fé para alcançar os perdidos. No chamado profético de Deus para Isaías, ele se dispôs de imediato dizendo: "eis-me aqui, envia-me a mim" é uma afirmação de nossa fé em Deus e em Sua vontade para nossas vidas. É uma declaração de que estamos prontos para deixar Deus nos usar para Sua glória. Quem faz um compromisso desses com Deus deve estar cônscio de que em momento algum pode retroceder. É um compromisso que deve ser cumprido mesmo que seja difícil ou desafiador sempre confiando em Deus para usar-nos de acordo com a Sua vontade.

Pastor Adilson Guilhermel