Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 04 - QUANDO A CRIATURA VALE MAIS QUE O CRIADOR

LIÇÃO 04 - QUANDO A CRIATURA VALE MAIS QUE O CRIADOR

Texto Áureo: “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que 0 Criador, que é bendito eternamente. Amém!” (Rm 1.25)

Leitura Bíblica em Classe: Romanos 1.18-25

Introdução: O Teocentrismo é considerar Deus o centro de todas as coisas. Já no humanismo, o Teocentrismo dá lugar ao Antropocentrismo que na sua ideologia, Deus não é o centro do universo, e sim, o homem. Quando uma criatura quer valer mais que o Criador, ocorre um desequilíbrio no sentido da vida e nos valores que norteiam as ações humanas. A busca por poder, riqueza e fama muitas vezes obscurecem a importância da conexão espiritual e a valorização do bem comum. É fundamental questionar e refletir sobre essa inversão de valores, buscando uma abordagem que considere tanto o bem-estar material quanto o espiritual e isso só ocorre quando o homem tem a visão Teocêntrica, considerando Deus o centro de todas as coisas. Se não for assim, não será possível restabelecer a harmonia entre a criatura e o Criador. Tudo tem um início que acabou evoluindo para o mundo estar com essa visão antropocêntrica e já aconteceu quando Deus já tendo criado todos os seres angelicais deu a um desses seres com a patente de Querubim, o governo do céu espacial. Trata-se como se sabe, de Lúcifer (ser de luz) que liderando a terça parte dos anjos intentou o desejo de ser teocêntrico, ou seja, ser igual a Deus. O plano de Lúcifer que ao ser posto em prática era tomar o lugar do Filho de Deus onde tinha o seu trono a destra do Deus Pai. Enquanto o Filho de Deus estava ausente do trono realizando a obra de Criação da Terra, Lúcifer se aproveitando dessa ausência tentou tomar esse trono com e com a sua visão teocêntrica foi derrotado e colocado no seu devido lugar como criatura que ele é. A sua rebelião lhe custou caro, deixando de ser Lúcifer (ser de luz) para ser Satanás um ser das trevas. Com a terra já habitável e também já com o casal no Éden, Satanás sem governo e sabendo que foi dado ao homem Adão, o governo da terra usou de meios para passar a ele Adão, uma visão antropocêntrica e que como criatura valeria mais que o Criador. A ideia era encher o eu de Adão para que caísse no pecado, pois assim como ele pecou e perdeu o seu reino, o mesmo aconteceria com Adão. Assim, entendemos que o seu plano era fazer Adão pecar e dessa forma, ele perderia a governança da terra e, ele, Satanás, como vencedor, conquistaria o governo da terra. E foi o que aconteceu, pois derrotando Adão com o seu ardil ele passou a ser o governante da terra, o que perdurou até a sua derrota para Cristo, onde na cruz o Senhor consumou a sua vitória, retomando o governo perdido por Adão.  

1. O ANTROPOCENTRISMO DESDE SEMPRE TEM PROVOCADO A IRA DE DEUS

Romanos 1.18 Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Romanos 1.19 Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.

Deus ama a todo pecador como diz a sua palavra, porém esse amor está retido, simplesmente porque o homem continua pecador e enquanto assim continuar, a sua ira permanece sobre ele.  Dessa forma, toda a humanidade sem Cristo, sem distinção, permanece debaixo da ira divina sem conhecer o seu verdadeiro amor. Deus revela a sua justiça em relação a todos sem distinção e a sua justiça tanto pode se manifestar em condenação, como também em justificação mediante a fé. O Evangelho, cujo conteúdo é Cristo e a sua mensagem é a justificação pela fé, não envergonha por que revela um Deus justo e justificador. Entende-se que a justiça de Deus se revela no evangelho no plano terreno e a sua ira se revela no céu e ela é totalmente imparcial, com quem quer que seja. O pensamento humanista trouxe o homem para si próprio com um afastamento de Deus consciencioso movido pela arrogância, rechaçando todas as oportunidades de conhecê-lo e reconhecê-lo como Deus. Esse mesmo Deus que oferece oportunidades fornecidas por Ele próprio, mas o eu desses humanistas preferem as suas próprias iniciativas redentivas sem saber no caminho da sua própria condenação.

2. NO ANTROPOCENTRISMO O HOMEM COLOCA COISAS NO LUGAR DE DEUS.  

Romanos 1.20 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1.21 Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Romanos 1.22 Dizendo-se sábios tornaram-se loucos. 23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

Ninguém desde o princípio ficará inescusável, pois toda obra da criação divina não é obra de qualquer outro ser. No seu obscurecimento espiritual com uma visão antropocentrista ficam ao sabor dos seus próprios ideais, se auto-conduzindo a um estado de embrutecimento ao ponto de passar a adorar coisas confeccionadas por eles mesmos. Tais como: imagens de homem; de aves; quadrúpedes; de répteis; de astros no firmamento e outros objetos, como se essas coisas tivessem algum poder de fazer algo em seu favor. Essa visão distorcida que abrange a maioria da população, salvo os cristãos fiéis, é uma estrada perigosa, ao viverem num descaminho que os leva à progressiva degradação moral, com uma mentalidade que não conseguem discernir a sua própria corruptibilidade. Não se pode esquecer a atuação diabólica no pensamento antropocentrista, tanto na adoração de imagens, como influenciando líderes pseudo evangélicos, com uma mentalidade cauterizada pelo poder, onde falam de Deus, mas estão distanciados dele e de reconhecer nele a autoria das bênçãos. É notório que a intenção destes não é levar o povo a Deus, mas sim levar o povo a eles próprios usando de arrogância, se achando autônomos, sem depender do dono das bênçãos.

3. O ANTROPOCENTRISMO AFASTOU DEUS, QUE OS DEIXOU AO SEU CURSO.

Romanos 1.24 Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Romanos 1.25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.

Os homens com a sua visão antropocentrista acabam se escravizando por si. A liberdade que buscaram com essa visão, mas o final dela será algo extremamente horrível, mas aí, já será tarde demais, pois após a morte o perdido não terá uma segunda chance. Na sua loucura mudaram a glória do Deus incorruptível confeccionando imagens de criaturas desprezíveis, querendo representar Deus através delas. A maior honra ao homem foi Deus no princípio fazê-lo segundo a sua imagem e semelhança; e a maior desonra que o homem fez a Deus foi representá-lo segundo a imagem do homem. Não satisfeitos, mudaram a verdade de Deus em mentira, tentando desonrar a sua glória, adorando, ídolos que, esses, sim, são chamados mentira, concedendo a honra que só é devida ao Criador, para a criatura. O pecado maior de Israel foi coxear entre dois pensamentos, quando também ignorando que Deus não divide a sua glória com outrem, passaram também a adorar a criatura que os pagãos, que eram os ídolos, o qual os pagãos adoravam. Algo muito grave que se torna mais explícito em nossos tempos está relacionado com a igreja, isso não generalizando, a qual tem sido envolvida por líderes antropocentristas que tem se colocado como o tal fazendo programações e escalando Deus para operar conforme as suas segundas intenções. É uma profanação o homem querer determinar o que Deus tem que fazer nas suas reuniões de campanha, se esquecendo de que Deus é Senhor e não servo.

Pastor Adilson Guilhermel.