Anúncios

Translate

FAÇA PARTE DESSE PROJETO MISSIONÁRIO

É importante apoiarmos iniciativas que contribuem para a propagação da Palavra de Deus. Esta obra, em particular, tem sido muito importante, pois visa dar subsídios da Lição Bíblica para a Escola Biblica Dominical. Sinto-me feliz em poder fazer a minha parte para ajudar esta obra a alcançar seus objetivos. Faça parte desta obra e ajude a espalhar a Palavra de Deus! Caso queira contribuir com uma oferta use PIX Cel. 997518304 . It is important that we support initiatives that contribute to the spread of the Word of God. This work, in particular, has been very important, as it aims to provide information on the Bible Lesson for the Sunday School. I feel happy to be able to do my part to help this work achieve its goals. Be part of this work and help spread the Word of God! If you want to contribute to an offer, use PIX Cel. 997518304 .

Contributions to this missionary work

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=NNAE7UM5Y5MDN

LIÇÃO 03 - CIÚME, O MAL QUE PREJUDICA A FAMÍLIA

Lição 03: CIÚME, O MAL QUE PREJUDICA A FAMÍLIA. 
Texto Áureo: “Porque, onde há inveja e espírito faccioso, aí há perturbação e toda obra perversa”. (Tg 3.16)
Leitura Bíblica em Classe: Gênesis 37.1-4,11,18,23,24,28

Introdução: O ciúme é um sentimento que pode ser bom no sentido positivo, como mal no sentido negativo. O significado de ciúmes na bíblia deve ser interpretado à luz do seu contexto, pois é dessa forma que vamos compreender se é um sentimento de origem pecaminosa, ou um sentimento legítimo e necessário. Os ciúmes dos meios irmãos de José tomaram conjuntamente uma atitude perversa e brutal, a qual foi nutrida por um sentimento ruim relacionado a ira, como a inveja. Espiritualmente José foi um tipo de Cristo, pois tal como foi com o Senhor, ele foi humilhado em várias situações, mas depois foi exaltado pelo Senhor Deus. Deus exalta os humildes e humilha os exaltados, assim aconteceu com os perversos meios irmãos de José. Todas as coisas contribuem, não importam quais, aos que são herdeiros da salvação e andam na direção e obediência à voz do Espírito do Senhor. O reino de Deus é tomado a força,  temos que passar por muitas tribulações para entrar no seu reino.
1. A PREDILEÇÃO DO PAI POR UM FILHO PODE GERAR CIÚME NEGATIVO.
Gênesis 37.1 – E Jacó habitou na terra das peregrinações de seu pai, na terra de Canaã. Gênesis 37.2 – Estas são as gerações de Jacó: Sendo José de dezessete anos, apascentava as ovelhas com seus irmãos; e estava este com os filhos de Bila e com os filhos de Zilpa, mulheres de seu pai; e José trazia uma má fama deles a seu pai, Gênesis 37.3 – E Israel amava a José mais do que todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores. Gênesis 37.4 – Vendo, pois, seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos os seus irmãos, aborreceram-no e não podiam falar com ele pacificamente.
O personagem principal desse episódio real, não poderia ser outro, a não ser José. Tinha a preferência de seu pai, Jacó, por ser filho da sua mulher amada, que era Raquel, a qual morreu quando deu à luz o seu segundo filho Benjamim. Os demais filhos de Jacó foram concebidos por mulheres não tão amadas como Raquel e esses filhos em relação a José eram irmãos só por parte de pai e não de mãe. É um erro dos pais mostrarem predileção por certos filhos; mas no caso de Jacó em relação a José era motivado essa parcialidade do pai, para com este filho, porque ele recordava muito vividamente a sua amada esposa Raquel. Outra motivação é que José era um moço ainda com 17 anos que desenvolvia uma pureza de espírito que se sobressaia, contrastando com a brutalidade e a impureza dos outros meios irmãos. Os sonhos de José, colocando-o como o líder de todos seus irmãos, não foi revelado por ele por exaltação ou vanglória, mas sim revelou o que estava no seu coração, com simplicidade e inocência confiantes, de que o que sonhou veio de Deus. Porém, o que José revelou suscitou mais ciúmes e invejas da parte dos irmãos, ao ponto de tramarem a sua morte.
2. O PERIGO DO CIÚME NEGATIVO SÃO AÇÕES BRUTAIS AO ALVO DO CIÚME.
Gênesis 37.11 – Seus irmãos, pois, o invejavam; seu pai, porém, guardava este negócio no seu coração. Gênesis 37.18 – E viram-no de longe e, antes que chegasse a eles, conspiraram contra ele, para 0 matarem. Gênesis 37.23 – E aconteceu que, chegando José a seus irmãos, tiram a José a sua túnica, a túnica de várias cores que trazia. Gênesis 37.24 – E tomaram-no e lançaram-no na cova; porém a cova estava vazia, não havia água nela.
O ciúme negativo continuava prevalecendo entre os meios irmãos de José, e ainda ficou mais acirrado, quando ele vai ao encontro dos irmãos vestido com uma túnica longa com mangas, e própria para jovens príncipes ou nobres, vestes estas que não eram designadas para o trabalho no campo ou da casa. Isso foi o estopim para acirrar mais o ciúme negativo, que se transformou em ira e desejo de ceifar a vida do seu meio-irmão José. Embora a trama dos meios irmãos fosse cruenta, eles nem imaginavam que o que fariam estava dentro do plano de Deus. Deus tinha uma promessa que fez a Abraão que da sua semente ele faria uma grande nação, e esses meios irmãos de José, já tinham, cada um, o nome das doze tribos que formariam a nação de Israel. Acontece que do jeito que se comportavam e onde estavam estabelecidos, não havia como nesse lugar eles terem filhos para a formação da nação prometida. Mesmo porque, tinham um caráter péssimo a ser trabalhado, como também certamente iriam se juntar com mulheres pagãs, o que já promoveria uma mistura de raça, coisa que não estava nos planos do Senhor. Quem tem promessa de Deus, nada vai impedir que elas sejam conquistadas. Temos esse exemplo de José que foi lançado numa cova pelos seus meios irmãos, porém a mão de Deus estava presente para que ele, de alguma forma inesperada, fosse tirado dela.
3. QUANDO O ALVO DO CIÚME É HUMILHADO, DEUS O EXALTARÁ.
Gênesis 37.28 – Passando, pois, os mercadores midianitas; tiraram, e alçaram a José da cova, e venderam José por vinte moedas de prata aos ismaelitas, os quais levaram José ao Egito.
A providência de Deus encaminhou os midianitas ao poço naquela hora em que os irmãos de José ainda estavam por ali. Estavam os midianitas a caminho do Egito, onde realizavam transações comerciais, tanto de animais, como também vendiam pessoas como escravos. Tudo na vida é dirigido, e controlado pela presciência divina. Podemos estar numa cova da infelicidade, mas Deus sabe que estamos ali para nos dar livramento. Como Deus viu que não poderia formar um povo com os meios irmãos de José, onde estavam, o Seu plano começa a se desenrolar, introduzindo o seu escolhido no Egito. Os planos de Deus, na sua sequência, são incompreensíveis aos nossos olhos, mas todos eles levam a uma compreensão que será desvendada enquanto vão se desenrolando. Deus contava com José, para executar o seu plano, que era, em um enredo, tornar o seu servo na posição de governador do Egito. O Senhor estava com José na casa de Potifar onde foi armado uma cilada para ele, também na prisão para que dali fosse ouvido por Faraó para revelar o seu sonho, sonho esse que após o Senhor lhe dar a revelação, galgou a posição como o segundo homem de Faraó com uma autoridade ilimitada. Era o que Deus queria e feito isso com a fome que veio, os seus irmãos tiveram que vir buscar alimento no Egito, alimento esses que estavam sob a administração de José. Mas na sequência do plano de Deus era trazer toda família de José como todos seus meios irmãos e estabelecê-los numa cidade chamada Gozem, para ali ser formado o povo de Israel. Muitos pregam acerca sobre as maldades que os meios irmãos de José lhe fizera, como se estivem penalizados com tudo que lhe aconteceu, mas esquecem de que tudo isso tinha que acontecer, pois estava dentro do roteiro que Deus estabeleceu para a formação do povo de Israel. O Senhor tem um roteiro para cada um de nós, agora cabe a nós continuarmos sem medo e crendo que chegará na hora exata em que presença dele, nos exaltará.

Pastor Adilson Guilhermel