ADSENSE

Inscreva-se no meu canal

Sua Contribuição é muito bem-vinda. Quem semeia colhe.- PIX 997518304

LIÇÃO 7 - CULTUANDO A DEUS COM LIBERDADE E REVERÊNCIA

 Lição 7 – Cultuando a Deus com Liberdade e Reverência

Texto Áureo: “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” (Jo 4.24)
Leitura Bíblica em Classe: 1 Coríntios 14.26-32

Introdução: O evangelho através do IDE de Jesus, não ficou contido em Jerusalém, mas sim propagou-se por todo o mundo da época estendendo-se através dos tempos entre várias etnias com culturas diferenciadas. Nesse caso, tendo o povo culturas diferenciadas seria impossível estabelecer uma padronização dos cultos prestados a Deus. Isso significa que cada povo, convertido a Jesus Cristo, tem o seu modo peculiar de prestar culto de adoração ao Senhor . Porém os cultos de adoração ao Senhor só serão aceitos, se o comportamento dos adoradores, o prestarem estando em espírito e com o coração verdadeiramente voltado para aquele que é digno de todo louvor e adoração.

1 - A ORDEM NO CULTO É A PALAVRA CHAVE, POIS SEM ORDEM NÃO HAVERÁ EDIFICAÇÃO.
1 Coríntios 14.26 – Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.
Paulo neste texto exorta a igreja que estava em coríntios pelos abusos contra a ordem nos cultos prestados ao Senhor. Os cristãos de coríntios na sua maioria eram dotados de variedade de dons espirituais e nesse caso o que poderia ser algo de grande valor para a edificação da igreja, tornou-se um grande problema que precisava ser corrigido. Embora o crente seja dotado do dom espiritual, este dom só é ativo quando operado pelo Espírito Santo. Quem tem o dom não pode se exaltar por isso e querer ser o grande centro das atenções. Usar os dons espirituais para agradar a si mesmo e não para ajudar os congregados não é edificação e sim exibição e o Espírito não vai operar num exibicionista. Tudo deve ser feito com ordem e decência como diz a palavra, sendo que as oportunidades no culto devem ser distribuídas ordeiramente respeitando o tempo que lhe foi dado. É preciso também ser observado os horários de início e término da reunião e, esta não pode ser alongada para não prejudicar quem tem os seus compromissos.
2 - QUEM FALAR EM LÍNGUAS ESTRANHAS DEVE SE CALAR CASO NÃO HAJA INTÉRPRETE.
1 Coríntios 14.27 – E, se alguém falar língua estranha, faça-se isso por dois ou, quando muito, três, e por sua vez, e haja intérprete. 1 Coríntios 14.28 – Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja e fale consigo mesmo e com Deus.
O que mais promoveu confusão e desordem no culto dos crentes em Coríntios, era a questão estarem abusando ao falar em línguas estranhas. Com isso os cultos estavam sendo prejudicados, pois como o Senhor Deus que é digno de receber o melhor de nós vai aceitar um culto vindo em meio a confusões e desordens. Cabe ao dirigente do culto colocar ordem entre os irmãos que excedem na sua postura em uma reunião da igreja. Paulo não impediu o falar línguas, mas colocou limitações entre os que falavam, para que o fizessem ordeiramente. Cada crente deve falar por sua vez e não ao mesmo tempo, como se fosse uma competição. Em alguns casos quem fala em línguas pode estar profetizando, daí a necessidade do intérprete, ou seja, quem tenha o dom da interpretação de línguas. O dom pode ser expressado falando em silêncio com Deus, pois isso cumpre o propósito do dom, que é edificar a si mesmo.
3 - QUANDO HÁ PROFECIA ELA DEVE SER JULGADA, SOMENTE É ACEITA A QUE PROCEDE.
1 Coríntios 14.29 – E falem dois ou três profetas, e os outros julguem. 1 Coríntios 14.30 - Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma coisa, cale-se o primeiro.
Já no dom de profecia, não se observa a mesma limitação do dom de línguas e a orientação do apóstolo é que possa se falar em sucessão, mas tudo que é falado deve ser discernido para ver se procede de Deus, ou é do próprio profeta. A profecia deve estar alinhada com a palavra de Deus, pois tem o propósito de doutrinar, exortar, redarguir, admoestar no sentido de edificar aquele que ouve. Se a palavra profética está alinhada com a palavra, significa que o Espírito Santo está ministrando ao espírito do mensageiro para falar a igreja.
4 - QUEM TEM DOM PROFÉTICO TEM O CONTROLE DELE, E NÃO É O DOM QUE CONTROLA.
1 Coríntios 14.31 – Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros, para que todos aprendam e todos sejam consolados. 1 Coríntios 14.32 – E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas.
Aquele que está exercendo um dom espiritual não entra em transe, pois a operação dos dons não envolve a perda da consciência de si mesmo. As operações do Espírito Santo não tem qualquer similaridade com os cultos pagãos, pois nesses cultos o indivíduo tem a mente controlada pelo demônio e perde o controle de si mesmo. Nos cultos cristãos o Espírito Santo não opera dessa forma, pois quando Ele está operando, temos o controle de tudo que estamos fazendo e podemos interromper tudo se assim sentimos de fazê-lo. Se o crente que tem o dom perde o controle quando este se manifesta, é certo que o Espírito Santo não estará mais nesta manifestação.   

Pastor Adilson Guilhermel

OS LUGARES PONTILHADOS NESTE MAPA MUNDIAL INDICA ONDE O SITE É VISITADO

ADSENSE

ADSENSE

Translate

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Páginas