ADSENSE

Inscreva-se no meu canal

Sua Contribuição é muito bem-vinda. Quem semeia colhe.- PIX 997518304

LIÇÃO 06 - O MINISTÉRIO DE APÓSTOLO

 Aula em vídeo:  https://youtu.be/u5MsFAwrkvQ

O MINISTÉRIO DE APÓSTOLO
Lição 6 - 9 de Maio de 2021
Texto Áureo: Efésios 4.11 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
Leitura Bíblica em Classe: Efésios 4.7-16 

Introdução: A obra visando à salvação foi efetuada por etapas, sendo a primeira pela salvação adquirida através do sacrifício de Cristo na Cruz, e a segunda foi colocar essa salvação ao alcance dos homens: Deus realiza esta segunda etapa pela missão e mensagem dos apóstolos. A terceira etapa foi através dos apóstolos que prepararam ministros para a continuidade evangelística da qual eles lançaram os primeiros fundamentos. Para o ministério do apóstolo, a bíblia é explícita em revelar que Jesus escolheu somente doze apóstolos e com a exclusão de Judas, Ele chamou e comissionou Paulo para ocupar este lugar. Em atos 1.23 os apóstolos resolveram solucionar a questão de preencher a vaga deixada por Judas lançando sortes usando o Urim e Tumim que eram usados pelos sacerdotes da antiga aliança, portanto eles não poderiam usar isso como meio de escolha. Os envolvidos a serem sorteados erroneamente pelos apóstolos estavam Matias e José Barsabás e nesse sorteio foi escolhido Matias para ser o décimo segundo apóstolo contrariando algo que era uma prerrogativa de Cristo. Porém essa foi uma escolha do homem e não de Cristo, tanto que não foi aceita pelo Senhor, visto ter sido Paulo o escolhido de Cristo para ser o seu décimo segundo apóstolo. Embora no livro de Atos vemos que Barnabé é citado junto com Paulo como apóstolo, porém isso não pode ser aceito como justificativa para a sucessão apostólica, pois Lucas o escritor de Atos, fez essa citação apenas para honrar Barnabé pela sua dedicação junto com Paulo. Como o que Barnabé fazia se se assemelhava com a atividade dos apóstolos (Atos 14.14) não significa que ele era verdadeiramente um apóstolo. Paulo se considerava o menor dos apóstolos e também como o último a ser chamado, como ele próprio descreve aqui: (E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo. 1 Coríntios 15:8), ou seja, nascido fora de tempo. Usando a figura de um edifício entendemos que primeiro são colocados os alicerces e depois o erguimento das paredes. Assim foi e é com a Igreja, sendo que os apóstolos lançaram os fundamentos e os evangelistas, pastores e mestres constroem as paredes desse grande edifício espiritual chamado Igreja do Senhor Jesus Cristo. Os fundamentos são colocados uma só vez, o que já foi feito pelos apóstolos, porém o erguimento do edifício está sempre em continuidade, o que é feito pelos evangelistas, pastores e mestres.

1 - CONSIDERAÇÕES CONCERNENTES AOS DONS MINISTERIAIS

* Os dons ministeriais são dados de acordo com o que Deus predestinou - Efésios 4.7 Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.

Dentre os dons espirituais não está relacionado o dom de apóstolo, isto porque, apóstolo é um ministério de Cristo. Se fosse um dom é evidente que daria base para a consagração de apóstolo, porém, como é um ministério e não um dom, ninguém pode se auto intitular como apóstolo, pois nenhum desses que se intitulam apóstolo, se encaixam no padrão bíblico que valida o apostolado.

* Os dons ministeriais são uma prerrogativa de Cristo e, é Ele que escolhe - Efésios 4.8 Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens.

Todos os apóstolos tiveram uma chamada pessoal de Cristo incluindo o próprio Paulo no encontro tido com o próprio Cristo na estrada de Damasco. (E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Atos dos Apóstolos 9:4). Já no período contemporâneo dos apóstolos houve sérios problemas com obreiros fraudulentos se intitulando apóstolos, pois esse título tinha uma grandiosidade perante o povo e essa febre de sucessão apostólica foi combatida e denunciada pelos verdadeiros apóstolos: (Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. 2 Coríntios 11:13). O mais preocupante é que essa febre de sucessão apostólica continua em nossos dias por líderes que querem ser o que Cristo não credenciou para tal.

* Os dons ministeriais são os atributos de Cristo pelo seu triunfo na cruz - Efésios 4.9 Ora, isto ele subiu que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra?

Pelo Espírito Santo, Deus escolhe Seus instrumentos, reveste-os de Seus dons para o ministério e dá-lhes a capacidade espiritual de servi-lo no caminho que destina a cada um. A graça lhes é concedida segundo a medida do dom de Cristo; não somente assegura a salvação do cristão, mas é dispensada continuamente para seu crescimento espiritual e seu serviço; é constantemente renovada como a luz do dia. Os sofrimentos redentores de nosso Senhor Jesus Cristo, tornado o chefe da Igreja, são a fonte de todas as bênçãos espirituais e materiais daqueles que foram remidos pelo Seu sangue. Jesus Cristo é o chefe da Igreja e a sua autoridade se estende sobre toda a terra, as profundezas da terra e aos altos céus e a prerrogativa dos dons ministeriais pertencem a Ele. O ministério de apóstolo teve uma curta duração sendo dado com um fim determinado e por um tempo limitado até que eles lançarem os alicerces da Igreja.

* Os dons ministeriais são para Cristo exercer seu governo sobre a Igreja - Efésios 4.10 Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.

Jesus ao ser elevado aos céus assentou-se à destra do Deus Pai, e de lá, Ele comanda a sua Igreja pela pessoa do Espírito Santo, o qual faz tudo o que Cristo diz. Em nenhum momento, examinando as Escrituras, o Espírito Santo recebeu de Cristo a orientação para separar homens ao apostolado. Então podemos ver que esta sucessão apostólica não encontra subsídio bíblico ou histórico, portanto, levando em conta este contexto e considerando principalmente que Paulo foi o último dos apóstolos conclui-se que não existem apóstolos em nossos dias. Cabem as igrejas de nossos dias exercerem suas funções sem invencionices e modismos, seguindo o puro e verdadeiro Evangelho. 

2 - CONSIDERAÇÕES ACERCA DO MINISTÉRIO DE APÓSTOLO

* Os apóstolos são homens que Cristo particularmente selecionou como seus ministros - Efésios 4.11 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,

Foram doze apóstolos onde a posição do excluído Judas foi preenchida por Paulo como o Senhor revela através da Sua palavra: (Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. 1 Coríntios 3:10). Paulo contribuiu para lançar as bases da igreja e responsabilizou os ministros pelo crescimento da obra erguida sobre os fundamentos dos apóstolos. Portanto, aqui se reforça a tese quanto à questão daqueles a qual Cristo selecionou particularmente através de chamadas e encontros pessoais com Ele. Por acaso Cristo desceu aqui na terra para um encontro pessoal com esses intitulados apóstolos e credenciá-los como foi com os doze! É certo que não.

* Os apóstolos foram homens comissionados para porem os fundamentos da igreja - Efésios 4.12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;

Os apóstolos são aqueles doze que Cristo selecionou, sendo que a vaga de Judas precisava ser preenchida e Cristo escolheu Paulo para completá-la. Foram somente estes homens que Cristo particularmente selecionou e os exaltou à mais elevada honra. Seu ofício consistia em publicar a doutrina do evangelho por todo o mundo, plantar igrejas e erigir o reino de Cristo. Desse modo eles não se estabeleciam como pastores em determinada igreja; pois tinham o dever e comissão de pregar o evangelho por todo o mundo. E isso realmente aconteceu, pois eles levaram o evangelho por todo mundo da época em que viveram.

* O ministério de apóstolo encerra quando a igreja já estava alicerçada em Cristo - Efésios 4.13 Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,

Todos os apóstolos desempenharam bem o que foi proposto por Cristo, uns fazendo mais e outros fazendo menos, porém todos se empenharam em cumprir a ordenação de Cristo de porem os fundamentos da Sua Igreja até serem martirizados, com exceção de João, o último apóstolo a morrer por morte natural. A herança teológica deixada pelos apóstolos foi imprescindível para a sustentabilidade doutrinária da Igreja. Esse foi o preço a pagar pelos verdadeiros e únicos apóstolos de Cristo, o que contradiz com os supostos apóstolos dos nossos tempos.  

3 - CONSIDERAÇÕES DA HERANÇA DOS APÓSTOLOS À IGREJA

* Eles prepararam líderes que não usassem de engano conservando o povo menino - Efésios 4.14 Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.

Os apóstolos e principalmente Paulo que se destacou como o maior fundador de Igrejas procurou escolher homens fiéis e comprometidos com o evangelho de Cristo, tais como os evangelistas, pastores e mestres, os quais tinham responsabilidade de doutrinar o povo com a sã doutrina. As intenções foram as melhores, porém sempre haverá impostores que ameaçam e se aproveitam da fé dos incautos que não estão armados com a verdade de Deus. Satanás não descansa enquanto não envia esforço para obscurecer, com suas mentiras, a santa doutrina de Cristo, e Deus permite que a nossa fé seja provada com tais conflitos. Lembrando que Deus sempre está fazendo testes de fidelidade, não para provar a Ele, mas para que possamos enxergar a nós mesmos se estamos preparados para o arrebatamento. Nós temos um eficaz antídoto contra todos os nossos erros que é absorver e praticar a doutrina que aprendemos de Cristo e seus apóstolos e, isso é um grande alento e consolação para todos que desejam se redimir dos seus erros.

* Eles prepararam líderes que não se voltassem a si próprio, pois o cabeça é Cristo - Efésios 4.15 Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,

A Igreja sob os fundamentos deixados pelos apóstolos precisa crescer na verdade e a verdade de Deus deve estar em nós de uma forma tão sólida, que todos os obstáculos e ataques de Satanás jamais nos moverão de nossa posição. Assim em nossa presente vida nunca atingiremos o plena estatura espiritual, porém temos que ir adiante nesse progresso até a nossa morte, ou o qual seria melhor que é arrebatamento da Igreja.

* Eles prepararam líderes para a edificação e unidade do corpo de Cristo em amor - Efésios 4.16 Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.

A igreja deve estar continuamente em processo de aperfeiçoamento e como os apóstolos já fizeram a sua parte, cabe aos ministros do evangelho essa responsabilidade com o corpo místico de Cristo. O apóstolo Paulo exortou o pastor Timóteo para não se desviar do curso doutrinário quando disse: (Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. 2 Timóteo 4:2). O verdadeiro líder tem essa responsabilidade para com a Igreja de Cristo, o qual deverá dar conta dela. Portanto, não existe sucessão apostólica e os atuais pseudos apóstolos estão usurpando um título que não lhes foi credenciado por Cristo. Isso reforça que essa sucessão apostólica é um dogma do homem a qual Cristo não autorizou. É muita pretensão de um líder querer ostentar um título dessa envergadura. Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas. Amém. 

 

Pastor Adilson Guilhermel - th.M

OS LUGARES PONTILHADOS NESTE MAPA MUNDIAL INDICA ONDE O SITE É VISITADO

Translate

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Páginas